Entrevista com o dr. Steve Hardy

HardyRevista Reflexão TeológicaSabemos que o preparo formal é necessário a vocacionados para o ministério sagrado. O senhor poderia nos dar algumas razões que comprovam tal fato?

Steve Hardy – É uma triste realidade que 80% a 90% dos líderes de igrejas locais não têm quase nada de preparo para os seus ministérios. Não obstante, a Bíblia não exige diplomas ou certificados para alguém ser líder. É claro que todas estas pessoas devem ter alicerces firmes e maturidade na fé, além dum bom preparo para poder usar os dons que Deus lhes deu. Em princípio, uma pessoa pode adquirir isso por ser mentoreado por pastores ou outros crentes experimentados ou por um aprendiz formal (tipo de estágio prolongado), dentro duma igreja, para perceber como exercer os vários ministérios da Igreja. Na prática, porém, são poucos os líderes que investem em aprendizes. Uma vez que a própria sociedade valoriza qualificações e credenciais, escolas bíblicas e teológicas têm surgido como lugares onde eficientemente as pessoas com uma chamada e dons espirituais podem ser equipadas para o ministério. Nas escolas há pessoas com experiência e treinamento especial no preparo de novos obreiros. Estudar junto com colegas que vão fazer ministérios semelhantes enriquece o processo de aprendizagem.

Continuar lendo

Entrevista Dr. Augustus Nicodemos

nicodemus-pNascido na Paraíba, o pastor e pesquisador presbiteriano Augustus Nicodemus Lopes fez carreira no segmento acadêmico evangélico. Graduado em Teologia, mestre em Novo Testamento e doutor em Interpretação Bíblica – este último título foi concedido pelo Instituto Teológico de Westminster (EUA) –, já dirigiu seminários ligados à sua denominação e hoje exerce o cargo de chanceler da respeitada Universidade Presbiteriana Mackenzie, em São Paulo. Continuar lendo